• Bruno Ferraz

Dislipidemia secundária: quais as causas e seus efeitos no colesterol

A dislipidemia é um fator de risco clássico e aumenta o risco cardiovascular. Ela pode ter origem primária (familiar/genética) como pode ser secundária. 


As dislipidemias frequentemente são originadas da interação de fatores genéticos com o estilo de vida (meio ambiente). Além disso, algumas doenças geram distúrbios metabólicos que podem gerar alterações no metabolismo do colesterol.



São várias causas possíveis, sendo as mais frequentes relacionadas à diabetes, resistência insulínica e obesidade visceral (aumento da circunferência abdominal). Distúrbios na tireóide, rins e fígado também podem causar. 


Por fim, diversas drogas podem afetar o metabolismo do colesterol. A tabela sumariza as principais causas de dislipidemia secundária e seus efeitos no colesterol total, triglicerídeos e HDL.



#questoesemcardiologia #medicina #dislipidemia #cardiologia 


Escrito por:

BRUNO FERRAZ DE OLIVEIRA GOMES

Editor-chefe da página Questões em Cardiologia

Médico rotina do Unidade Cardiointensiva do Hospital Barra D'Or

Ecocardiografista do Hospital Barra D'Or

Professor Substituto em Cardiologia - UFRJ

Diretor Científico do Departamento de Doença Coronária da SOCERJ

Intensivista no Hospital Federal Cardoso Fontes

Mestre em Engenharia Biomédica - COPPE/UFRJ

Doutorando em Cardiologia - UFRJ

Título de especialista em cardiologia, terapia intensiva e ecocardiografia

www.drbrunoferraz.com.br