• Bruno Ferraz

Onda U ao ECG: qual o significado?


Sobre a onda U no eletrocardiograma, é incorreto afirmar:

A) Melhor observada nas derivações V2 e V3.

B) Melhor identificada em frequências cardíacas mais baixas.

C) Geralmente observada em indivíduos normais.

D) Pequena deflexão após onda T.

E) Sempre Indica patologia.

RESPOSTA:

A onda U é uma pequena deflexão que se inscreve após a onda T. A amplitude da onda U normal é geralmente proporcional à da onda T e corresponde de 5% a 25% do total desta, sendo observada melhor nas derivações V2 e V3, onde pode atingir até 2mm. É melhor identificada em frequências cardíacas mais baixas e de difícil caracterização quando a FC ultrapassa 90bpm, pois confunde-se com a onda P subseqüente. Observa-se frequentemente em individuos normais. Ondas U proeminentes e positivas são encontradas nas bradicardias, na hipopotassemia, na ação medicamentosa (quinidina e outras drogas do grupo IA), nas manifestações cerebrovasculares, na hipertrofia ventricular esquerda, na síndrome do QT longo congênito e no hipertireoidismo. Ondas U negativas podem ser vistas na isquemia miocárdica, nas sobrecargas de ambas as câmaras ventriculares e como manifestação da síndrome do QT longo.

Portanto, a resposta incorreta é o item E: Sempre indica patologia


Comentário por:


ANDREA MELO LEITE

Titulo de especialista em Cardiologia e Ecocardiografia

Plantonista da Unidade Cardiointensiva do Hospital Barra D'Or

www.andreamelocardiologia.com.br

#ondaU #ECG

8,398 visualizações

Questões em Cardiologia Cursos LTDA

CNPJ: 35.622.540/0001-91

Todos direitos reservados