• Bruno Ferraz

Causas de supradesnivelamento do segmento ST


São causas de supradesnivelamento do segmento ST, EXCETO:

A) Aneurisma de ponta de ventrículo esquerdo B) Bloqueio de ramo esquerdo C) Pericardite constrictiva D) Síndrome de Brugada E) Aumento da pressão intracraniana

RESPOSTA: O segmento ST é uma seção do ECG que compreende do fim da onda S (ponto J) até o início da onda T. Representa o intervalo entre a despolarização ventricular e a repolarização. A causa mais importante de anormalidade do segmento ST é o infarto agudo do miocárdio que deve ser sempre a primeira hipótese a ser excluída (ou confirmada) de acordo com o cenário clínico. Uma variedade de situações clínicas podem levar ao supradesnivelamento do segmento ST, a maioria delas com características próprias que ajudam a distinguir, principalmente, do infarto agudo do miocárdio. Na dúvida, sempre aborde como IAM. As seguintes situações podem causar supradesnivelamento com as seguintes características: (1) IAM: elevação do ST pode ser côncava, convexa ou oblíqua. Usualmente há depressão recíproca do ST nas derivações contrárias. Pode vir ou não acompanhada com onda Q (depende do tempo de evolução do IAM) (2) Pericadite: elevação do ST difusa, côncava, com depressão do PR (3) Repolarização precoce: elevação do ST com ondas T de grande amplitude, geralmente nas precordiais. Mais proeminente em baixas frequências. (4) Bloqueio de ramo esquerdo: geralmente há discordância do QRS com onda Q. Logo, a elevação do segmento ST será observada em derivações com QRS negativo (geralmente V1-V3) (5) Hipertrofia ventricular esquerda: anormalidade de repolarização similar ao bloqueio de ramo esquerdo. (6) Aneurisma de ponta de VE: Elevação do segmento ST com ondas Q profundas e inversão de T de V1-V3. (7) Síndrome de Brugada: padrão de pseudo-bloqueio de ramo direito, supradesnivelamento do ponto J e segmento ST de V1-V3. (8) Ritmo de marcapasso: anormalidades semelhantes ao BRE. (9) Aumento da pressão intracraniana: elevação difusa do segmento ST, com inversão de onda T ("onda T cerebral")

Outras causas menos comuns:

- Embolia pulmonar (geralmente acomete DIII)

- Dissecção aórtica (simula IAM inferior por dissecção de ACD)

- Hipercalemia

- Drogas que bloqueiam o canal de sódio

- Após cardioversão

- Miocardite

- Tumores cardíacos

- Doenças pancreáticas e vesícula biliar

Portanto, a resposta incorreta é o item C: Pericardite constrictiva


Comentário por:


BRUNO FERRAZ DE OLIVEIRA GOMES

Médico rotina do Unidade Cardiointensiva do Hospital Barra D'Or

Ecocardiografista do Hospital Barra D'Or

Diretor Administrativo do Departamento de Doença Coronária da SOCERJ

Intensivista no Hospital Federal Cardoso Fontes

Mestrando em Engenharia Biomédica na COPPE/UFRJ

Título de especialista em cardiologia e terapia intensiva

www.drbrunoferraz.com.br

#supraST #Brugada #Aneurisma #Miocardite #Pericardite

0 visualização