• Bruno Ferraz

Pericardite recorrente


Paciente masculino 44 anos foi internado há 6 mês com pericardite aguda e fez tratamento com AAS 2 gramas por dia por 10 dias. Há um dia apresentou retorno da dor torácica ventilatório dependente associada a febre. No pronto socorro tinha ECG com supra ST difuso e Infradesnivelamento de segmento PR. Qual é o diagnóstico? Qual é a droga que deveria ser feita para prevenção no primeiro caso? Qual é a droga que fará o tratamento do Segundo Caso?

A) Pericardite Crônica , Indometacina e Corticóide. B) Pericardite Recidivante , Corticóide e Colchicina. C) Pericardite Constrictiva , Corticóide e azatiprina. D) Pericardite Epistenocárdica, AAS e Clopidogrel. E) Pericardite Recorrente, Colchicina e Colchicina.

RESPOSTA:

A pericardite recorrente aparece em até 18 – 20 meses da pericardite aguda. Normalmente aparece através do tratamento irregular da primeira pericardite. Nos casos de pericardite aguda é indicado AAS ou AINES + colchicina por 3 meses para evitar recorrência.

No tratamento da Pericardite recorrente é feita Colchicina por 6 meses. Corticóides sistêmicos só são utilizados no caso de não resposta ao tratamento com colchicina ou em caso de pericardites causadas por doença auto-imune (ex Lupus Eritematoso Sistêmico)

Portanto a resposta correta é a letra E: Pericardite Recorrente, Colchicina e Colchicina


Comentário por:


Henrique Thadeu Periard Mussi

Titulo de especialista em Cardiologia SBC

Professor substituto de Cardiologia UFRJ 2014-2016.

Mestrando em Ciências Médicas pela UERJ

Médico da unidade cardio-intensiva dos Hospitais Barra D'or e Samaritano Botafogo

#pericardite #recorrente #colchicina

410 visualizações

Questões em Cardiologia Cursos LTDA

CNPJ: 35.622.540/0001-91

Todos direitos reservados