• Bruno Ferraz

Causas não isquêmicas de elevação de troponina


A troponina é um marcador de necrose miocárdica e denota dano miocárdico. São causas não-isquêmicas de elevação de troponina, exceto:

A) Hipotireoidismo

B) Insuficiência Renal

C) Acidente Vascular Encefálico

D) Atividade física habitual

E) Choque séptico

RESPOSTA:

Com o surgimento de kits ultrassensíveis de troponina, foi possível a detecção de danos mínimos ao miocárdio que antes passavam desapercebidos. Independente da situação que ocorre, a elevação de troponina confere pior prognóstico. Sempre devemos excluir causas isquêmicas de elevação de troponina. Portanto, uma boa história clínica e com exame físico ajudam a apontar o diagnóstico mais provável a ser confirmado por exames complementares.

São situações não-isquêmicas que promovem o aumento de troponina:

- Embolia Pulmonar

- Insuficiência Cardíaca

- Insuficiência Renal

- Sepse

- Acidente Vascular Encefálico

- Miocardite

- Arritmias graves

- Trauma cardíaco

- Dissecção aórtica

- Cardiomiopatia hipertrófica

- Rabdomiólise

- Hipotireoidismo

- Queimaduras

- Cardiomiopatia de Takotsubo

- Doença Valvar aórtica

- Crise hipertensiva

Portanto, a resposta é o item D: atividade física habitual (lembrando que a atividade física intensa pode ser causa de aumento de troponina, principalmente se houver rabdomiólise)


Postado por:


BRUNO FERRAZ DE OLIVEIRA GOMES

Médico rotina do Unidade Cardiointensiva do Hospital Barra D'Or

Ecocardiografista do Hospital Barra D'Or

Diretor Administrativo do Departamento de Doença Coronária da SOCERJ

Intensivista no Hospital Federal Cardoso Fontes

Mestrando em Engenharia Biomédica na COPPE/UFRJTítulo de especialista em cardiologia e terapia intensiva

www.drbrunoferraz.com.br

#troponina #causas