• Bruno Ferraz

Colesterol e diabetes: cuidados especiais


Antes de ler o comentário, responda a pergunta abaixo:

Sobre o uso de hipolipemiantes em pacientes com diabetes mellitus (DM), assinale a alternativa INCORRETA:

a) Deve-se iniciar o tratamento com estatinas em pacientes com idade > 40 anos, independente dos níveis de colesterol.

b) Em pacientes com nível de triglicerídeos (TG) >500mg/dL, a redução dos TG deve ser a meta inicial, enquanto a redução do LDL-C deve ser o alvo seguinte.

c) As intervenções que reduzem os níveis de TG e/ou aumentam o HDL-C mostraram benefício moderado na redução do risco cardiovascular.

d)Nos pacientes com idade <40anos e sem outros fatores de risco cardiovascular, com exceção da DM, o tratamento com estatinas deve ser indicado se os níveis de LDL-C forem > 100mg/dL.

e) Nos pacientes em que a terapia com estatinas foi indicada, a meta de redução de LDL-C para níveis < 70mg/dL ou de pelo menos 30-50% do valor inicial de LDL-C deve ser almejada.

RESPOSTA:

A DM aumenta significativamente o risco de doença aterosclerótica e é considerada fator de risco independente para doença arterial coronariana, doença arterial periférica, acidente vascular cerebral e insuficiência cardíaca. Nessa população devemos buscar metas mais arrojadas de controle lipídico e utilizar escores de estratificação de risco (Framinghan, UKPDS, score de risco global) para guiar a terapêutica.

Em pacientes com DM a terapia com estatinas deve ser iniciada se os níveis de LDL-C forem >100mg/dL. Em pacientes com idade >40 OU doença cardiovascular estabelecida o uso de estatinas está indicado independente dos níveis de LDL-C.

Uma vez indicado o uso de estatinas busca-se a a meta de redução de LDL-C para níveis < 70mg/dL ou de pelo menos 30-50% do valor inicial de LDL-C.

Em pacientes com TG > 500mg/dL, deve-se inicialmente buscar a redução desses valores com uso de fibratos devido ao risco de pancreatite.

Muito embora níveis elevados de TG e reduzidos de HDL-C estejam relacionados a aumento do risco cardiovascular, os estudos não mostraram diminuição do risco com a normalização desses níveis.

Portanto, a resposta incorreta é a letra C - As intervenções que reduzem os níveis de TG e/ou aumentam o HDL-C mostraram benefício moderado na redução do risco cardiovascular.


Postado por:


BRAULIO SANTOS RUA

Rotina da Unidade Cardiointensiva do Hospital Barra D'Or

Rotina da Unidade Cardiointensiva do Hospital Norte D'Or

Residência em Cardiologia e Clínica Médica

#colesterol #diabetes #estatina