• Bruno Ferraz

Tipos de infarto do miocárdio


Antes de ler o comentário, responda a pergunta abaixo:

Conforme a última definição universal de infarto agudo do miocárdio publicada, classifique de 1 a 5 ( incluindo 4a e 4b) as fisiopatologias citadas e marque a ordem numérica correta:

-Infarto por desequilíbrio oferta e demanda de O2 ao miocárdio ou consumo , por exemplo: taquicardiarritmias ou anemia grave.

-Infarto após revascularização miocárdica cirúrgica com subida de mais de 10x o valor basal da troponina.

-Infarto após revascularização com Stent e subida de mais de 5x o valor basal da troponina.

-Infarto após revascularização com Stent por trombose de Stent.

-Infarto após ruptura de placa aterosclerótico intracoronariana e consequentemente formação de trombo .

-Infarto causando morte súbita com sintomas e alteração eletrocardiográficas precedentes.

A) 2, 5, 4a, 4b, 1 e 3

B) 3, 5, 4b, 4a , 2 e 1

C) 5, 3 , 4a , 4b ,1 e 2

D) 1, 3, 4a , 4b , 2 e 5

E) 1, 5 , 4b , 4a, 2 e 3

RESPOSTA:

A última classificação fisiopatológica do infarto agudo do miocárdio é proveniente da definição universal de IAM publicada no congresso da ESC de 2012 em Munique - Alemanha. Esta definição foi realizada após a discussão das maiores sociedades de cardiologia , incluindo ESC, AHA e ACC.

A seguir estão os 6 pontos principais sobre esta nova definição, segundo a SBC:

1. Quantidades cada vez menores de necrose miocárdica podem ser detectadas por biomarcadores cada vez mais sensíveis e específicos

2. Necrose miocárdica pode resultar de mecanismos não isquêmicos (por exemplo, insuficiência cardíaca) e não devem ser rotuladas como infarto do miocárdio, mas sim, como injúria miocárdica.

3. O biomarcador preferido para a detecção de IM é troponina. Uma troponina aumentada é definida como um valor superior ao percentil 99 de uma população normal de referência (limite superior de referência ou URL).

4. O infarto do miocárdio é classificado em cinco tipos principais, baseados principalmente em diferenças fisiopatológicas

  • Tipo 1 é espontâneo e está relacionado com a ruptura da placa aterosclerótica.

  • No Tipo 2, outra condição além da doença arterial coronariana contribui para um desequilíbrio entre a oferta de oxigênio do miocárdio e/ou demanda (por exemplo, vasoespasmo da artéria coronária ou doença grave).

  • O Tipo 3 diz respeito àqueles que sofreram morte cardíaca súbita, tendo sintomas precedentes e alterações eletrocardiográficas sugestivas, mas sem dados disponíveis de biomarcadores .

  • O tipo 4 está realacionado à ICP e é dividido em 4a e 4b:

  • O Tipo 4a está relacionado à ICP e é arbitrariamente definido como elevação dos valores de troponina > 5 vezes do percentil 99 em pacientes com valores basais normais, ou um aumento dos valores de troponina > 20% se os valores iniciais são elevados e estão estáveis ou em queda. Além disso, deve haver sintomas sugestivos, alterações no ECG, alterações angiográficas comprobatórias, ou exame de imagem com alterações segmentares.

  • O Tipo 4b é o infarto relacionado à trombose de stent, detectada angiograficamente ou por autópsia, no contexto de isquemia miocárdica e elevação de biomarcadores

  • O Tipo 5 está associado à revascularização do miocárdio e é arbitrariamente definida como sendo a elevação dos biomarcadores cardíacos para valores 10 vezes acima do percentil 99 em pacientes com troponina de base normal. Adicionalmente, novas ondas Q patológicas, ou oclusão documentada por angiografia ou testes de imagem devem ser documentadas.

5. Ressonância magnética com realce tardio de gadolínio pode distinguir entre a doença isquêmica do coração e outras anormalidades do miocárdio.

6. Uma definição de infarto do miocárdio consistente pode permitir uma abordagem padronizada para interpretação de desfechos entre diferentes ensaios clínicos randomizados.

Portanto, a resposta correta é a letra A.


Postado por:


Henrique Thadeu Periard Mussi

Titulo de especialista em Cardiologia SBC

Professor substituto de Cardiologia UFRJ 2014-2016.

Mestrando em Ciências Médicas pela UERJ

Médico da unidade cardio-intensiva dos Hospitais Barra D'or e Samaritano Botafogo

#infarto #tipos

Questões em Cardiologia Cursos LTDA

CNPJ: 35.622.540/0001-91

Todos direitos reservados