• Bruno Ferraz

Avaliação inicial do paciente hipertenso


Antes de ler o comentário, responda a pergunta abaixo

Em uma primeira consulta de rotina de um paciente hipertenso, sem outras comorbidades, quais exames complementares devem ser obrigatoriamente solicitados, dentre as opções disponíveis abaixo: (a) Hemograma Completo, sódio, potássio, Ureia, Creatinina, PCR, ECG e Hb glicada (b) EAS, Colesterol Total, HDL, Trigicerideos, Potássio, Creatinina, Glicemia de Jejum, ácido úrico e ECG (c) Hemograma completo, sódio, LDL, Hb glicada, MAPA, pesquisa de microalbuminuria, ultrassom de carótidas e ECG (d) Colesterol total e frações, triglicerídeos, sódio, potássio, magnésio, PCR, ECG E MAPA (e) Radiografia de tórax, ECG, Ácido úrico, LDL, Triglicerideos, glicemia de jejum e Ecocardiograma

Resposta: A Hipertensão Arterial é uma condição clínica multifatorial prevalente, caracterizada por níveis elevados e sustentados de pressão arterial. Associa-se a alterações funcionais e/ou estruturais dos órgãos alvo (coração, encéfalo, rins e vasos sanguíneos) e alterações metabólicas, com consequente aumento do risco de eventos cardiovasculares fatais e não fatais. Os principais objetivos da avaliação clínica e laboratorial de um paciente hipertenso são confirmar o diagnóstico de hipertensão arterial, identificar fatores de risco para doenças cardiovasculares, pesquisar lesões em órgão alvo – clinica ou subclinica – e a presença de outras doenças associadas, estratificar o risco cardiovascular global e avaliar indícios de Hipertensão Arterial secundaria. Para atingir tais objetivos, são indispensáveis à cuidadosa avaliação clínica e a solicitação de exames complementares pertinentes. A avaliação complementar INICIAL de rotina para o paciente hipertenso é: - EAS - Potássio plasmático - Creatinina plasmática (e estimativa do Ritmo de Filtração Glomerular) - Glicemia de Jejum - Colesterol total, HDL-c E Triglicerídeos plasmáticos [LDL-c pode ser calculado pela fórmula: LDL-c = Colesterol Total – (HDL-c + Triglicerídeos /5), quando triglicerídeos <400] - Ácido Úrico plasmático - ECG Além dos exames recomendados como passo inicial, as VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão recomendam exames adicionais, orientado para detectar lesões de órgão alvo clínicas ou subclinicas: - Radiografia de Tórax - Ecocardiograma - Pesquisa de Microalbuminuria - Ultrassom de Carótidas - Teste Ergométrico - Hb Glicada - MAPA, MRPA e medida domiciliar - Velocidade de Onda de Pulso - Investigação de Hipertensão secundaria, de acordo com o quadro clínico. De forma geral, esses exames adicionais estarão indicados quando houver suspeita de doença cardiovascular, em pacientes com 2 ou mais fatores de risco e em pacientes diabéticos com idade superior a 40 anos.

Portanto a resposta é a letra B.


Postado por:


ANNA LUIZA RENNÓ MARINHO

Plantonista da Unidade Coronariana do Hospital Barra D'Or

Residência em Clínica Médica - Hospital Universitário Gaffré-Guinle

Residência em Cardiologia - Instituto Nacional de Cardiologia

#hipertensãoarterial #avaliaçãoinicial

0 visualização