• Bruno Ferraz

Cardiotoxicidade por antraciclinas: fatores de risco


Antes de ler o comentário, responda à questão:

São fatores de risco para cardiotoxicidade em pacientes oncológicos em uso de antraciclinas, exceto:

A) Sexo masculino

B) Extremos de idade

C) Disfunção renal

D) Dose cumulativa

E) Hipertensão arterial

Resposta:

Apesar dos avanços no tratamento do câncer, as doenças cardiovasculares ainda são os principais efeitos colaterais à essa terapia, que acabam levando à morbimortalidade prematura em sobreviventes ao câncer. Esses efeitos colaterais são relacionados à cardiotoxicidade e ao desenvolvimento acelerado de doenças cardiovasculares, principalmente nos doentes portadores de fatores de risco.

As antraciclinas são eficazes no tratamento de tumores sólidos e hematológicos. Dependendo da dosagem utilizada, a ocorrência de disfunção ventricular pode chegar a quase 50% dos casos.O mecanismo de cardiotoxicidade das antraciclinas não é bem conhecido. Acredita-se que está relacionada ao stress oxidativo que geraria radicais livres que lesam o cardiomiócito. A cardiotoxicidade pode ser aguda, precoce ou tardia. A maioria dos casos ocorre no primeiro ano e são assintomáticos. Se não houver um tratamento adequado nesta fase, a função ventricular evolui para um declínio contínuo.

Os principais fatores de risco para cardiotoxicidade em pacientes usando antraciclinas são:

- Dose cumulativa

- Sexo feminino

- Idade (<18 anos e >65 anos)

- Disfunção renal

- Radiação concomitante ou prévia envolvendo o coração

- Quimioterapia concomitante (agentes alquilantes ou antimicrotúbulos)

- Condições preexistentes (doenças cardíacas com sobrecarga ventricular, hipertensão arterial e fatores genéticos)

Portanto, a resposta errada é a letra A.: Sexo masculino


#cardiotoxicidade

206 visualizações

Questões em Cardiologia Cursos LTDA

CNPJ: 35.622.540/0001-91

Todos direitos reservados