• Bruno Ferraz

Diluição de noradrenalina: fisiológico ou glicosado?


A respeito do uso da noradrenalina na unidade de terapia intensiva, analise as afirmativas abaixo:

1 - A noradrenalina têm efeito beta-1 e beta-2

2 - Deve ser diluída em soro fisiológico

3 - Pode ser infundida em acesso periférico

4 - O hemitartarato de noradrenalina é fotossensível

Estão corretas as afirmativas:

A) 1 e 2

B) 1 e 3

C) 1 e 4

D) 1, 2 e 4

E) Todas estão corretas

RESPOSTA:

Características da noradrenalina: Potente efeito beta-1 e alfa adrenérgico com efeito moderado em receptores beta-2. Usado em casos de hipotensão arterial.

Apresentação: ampola de 4ml (1mg/mL)

Dosagem: 0,01 a 3mcg/kg/min

Diluição: Diluir 20mg em 80ml de solução glicosada 5% (solução 200mcg/ml). Não se deve diluir em soro fisiológico com risco de perda da potência de efeito da droga. Existem outras soluções que podem ser feitas de acordo com o serviço mas sempre utilizando a diluição com soro glicosado.

Administração: via cateter venoso central. Infundir em acesso periférico pode provocar extravasamento e causar isquemia. Não infundir na mesma via do bicarbonato

Em caso de extravasamento: infiltrar regiões próximas com solução salina (10-15mL) associada a fentolamina (5-10mL).

Cuidados: Por ser medicação de efeito lábil, recomenda-se monitoramento invasivo da pressão arterial. Lembrar que o hemitartarato de norepinefrina é fotossensível.

Portanto, a resposta correta é o item C: 1 e 4 estão corretas.


Comentário por:


BRUNO FERRAZ DE OLIVEIRA GOMES

Médico rotina do Unidade Cardiointensiva do Hospital Barra D'Or

Ecocardiografista do Hospital Barra D'Or

Diretor Administrativo do Departamento de Doença Coronária da SOCERJ

Intensivista no Hospital Federal Cardoso Fontes

Mestrando em Engenharia Biomédica na COPPE/UFRJ

Título de especialista em cardiologia e terapia intensiva

#noradrenalina #farmacologia