• Bruno Ferraz

O que você observa nesse cateterismo?


Paciente de 56 anos, hipertenso, diabético, dislipidêmico, com história de dor torácica aos grandes esforços no último ano. Não procurou atendimento médico nesse período. Hoje pela manhã, despertou com dor torácica de forte intensidade, com irradiação para membro superior esquerdo. Chegou na emergência 2 horas depois do início da dor. ECG revelava bloqueio de ramo esquerdo (não possuía ECG prévio). Foi encaminhado ao cateterismo que revelou a seguinte situação (video). Podemos dizer que:


A) Trata-se de uma oclusão aguda de artéria circunflexa

B) Trata-se de uma oclusão aguda de artéria diagonalis com enchimento por colaterais

C) Trata-se de uma oclusão aguda de artéria descendente anterior com enchimento por colaterais

D) Trata-se de uma oclusão crônica de artéria descendente anterior

E) Trata-se de uma oclusão crônica de artéria circunflexa

RESPOSTA:

O paciente da questão apresenta sintomas de doença coronária há 1 ano. Provavelmente já apresentava algum grau de aterosclerose coronariana que não limitava sua atividade física diária. Como não teve acompanhamento adequado, a lesão, previamente estável, instabilizou, gerando a oclusão aguda do vaso coronariano.

Existe um paradigma de quais lesões geralmente levam ao infarto com supradesnivelamento do segmento ST (IAMCSST). Acredita-se que placas menores (<70%) e mais vulneráveis sejam as principais responsáveis. No entanto, estudos recentes sugerem que estenoses mais significativas estão mais envolvidas na fisiopatologia do IAMCSST.

Os vasos colaterais se desenvolvem distalmente a partir de uma região isquêmica com o intuito de suprir a região acometida. Com isso, podemos encontrar situações de função miocárdica preservada mesmo com estenoses graves.

Analisando a anatomia do doente da questão, podemos observar uma oclusão total de descendente anterior aguda (quadro foi agudo) com enchimento por colaterais, que indica que provavelmente existia ali uma estenose suficientemente grave para gerar tais colaterais.

Com isso, a resposta correta é o item C:

Trata-se de uma oclusão aguda de artéria descendente anterior com enchimento por

colaterais


Comentário por:


BRUNO FERRAZ DE OLIVEIRA GOMES

Médico rotina do Unidade Cardiointensiva do Hospital Barra D'Or

Ecocardiografista do Hospital Barra D'Or

Diretor Administrativo do Departamento de Doença Coronária da SOCERJ

Intensivista no Hospital Federal Cardoso Fontes

Mestrando em Engenharia Biomédica na COPPE/UFRJ

Título de especialista em Cardiologia, Terapia intensiva e Ecocardiografia

www.drbrunoferraz.com.br

#colaterais #SCA