• Bruno Ferraz

Jovem com febre e turgência jugular que aumenta à inspiração: qual o diagnóstico?


Paciente masculino , 35 anos, sem comorbidades, contactante de tuberculose (esposa com TB pulmonar recente), iniciou quadro de febre associada e sudorese noturna há 3 semanas. Teve dispnéia iniciada há 1 semana e com piora evolutiva. Atualmente tem dispneia em repouso. Ao exame: PA:100x60mmHg FC:120bpm FR:24 bpm. AR: Murmúrio audível com crepitações em bases. Ritmo cardíaco regular com TJP 45º que mais fica nítida à inspiração. Restante do exame sem alterações. Radiografia de tórax: Calcificação difusa circundando a área cardíaca. Baseado na anamnese, exame físico e radiografia cite a hipótese diagnóstica e o nome do sinal descrito no exame físico é:

A) Tamponamento Cardíaco e Sinal de McConnel

B) Pericardite Aguda e Sinal de Gallavardain

C) Pericardite Constrictiva e Sinal de Kussmaul

D) Miocardite e Sinal de Stoke Adams

E) Miopericardite e Sinal de Levine

RESPOSTA:

A pericardite constrictiva é causada por inflamação do pericárdio associada a espessamento e/ ou calcificação no pericárdio. Entre as principais causas estão as idiopáticas, virais, pós-operatório de cirurgia cardíaca e radioterapia. A tuberculose ainda é uma causa significativa nos países subdesenvolvidos, inclusive o Brasil. Pode haver um período longo entre a agressão do pericárdio e início dos sintomas. Sintomas de insuficiência ventricular direita são predominantes devido ao aumento da pressão venosa central. (Congestão venosa periférica, Turgência Jugular e Ascite).

Critérios diagnósticos:

- Pressão venosa jugular aumentada com Onda X elevada e depressão Y profunda .

- Sinal de Kussmaul.

- Batimento pericárdico.

- Espessamento pericárdico em exame de imagem.

O sinal de Kussmaul aparece quando a turgência jugular aumenta após a inspiração. Normalmente acontece o contrário porque a inspiração aumenta o retorno venoso e reduz a turgência jugular. Este sinal aparece na pericardite constrictiva, tamponamento cardíaco ou DPOC. Portanto, a resposta é o item C: Pericardite Constrictiva e Sinal de Kussmaul


Comentário por:


Henrique Thadeu Periard Mussi

Titulo de especialista em Cardiologia SBC

Professor substituto de Cardiologia UFRJ 2014-2016.

Mestrando em Ciências Médicas pela UERJ

Médico da unidade cardio-intensiva dos Hospitais Barra D'or e Samaritano Botafogo

#kussmaul #pericardite