• Bruno Ferraz

Qual a utilidade do pulso de oxigênio no teste de esforço cardiopulmonar?


O teste de esforço cardiopulmonar (TECP) vem ganhando importância crescente na avaliação funcional de um indivíduo. Nele podemos mensurar a ventilação, o consumo de oxigênio (VO2), a produção de gás carbônico (VCO2) e correlacionar com as mais diversas variáveis do exame. O pulso de oxigênio é uma importante variável de avaliação, e sobre este podemos afirmar que:

A) Trata-se de uma variável do TECP que não sofre influência de arritmias cardíacas

B) O pulso de oxigênio dependente de uma boa aferição da pressão arterial sistêmica por parte do examinador

C) É uma variável capaz de inferir indiretamente o débito sistólico

D) Na miocardiopatia isquêmica é capaz de determinar a parede ventricular acometida

E) A curva em platô do pulso de O2 está relacionada a um bom prognóstico na insuficiência cardíaca.

COMENTÁRIO:

O pulso de oxigênio (PuO2) é a relação entre o VO2 (mL/min) e a frequência cardíaca (FC). A sua importância é melhor compreendida quando se observa a equação de Fick: VO2= FC X volume sistólico X diferença arteriovenosa de O2. Como o indivíduo realiza um esforço incremental ao longo do exame, essa diferença arteriovenosa não se modifica expressivamente. Logo, VO2= FC X volume sistólico (VS), VS= VO2/ FC => VS= PuO2. O comportamento da curva do PuO2 ao longo do exercício deverá ser ascendente. Platô ou queda traduzem disfunção ventricular ou isquemia miocárdica esforço-induzida. Arritmias cardíacas, como a fibrilação ventricular, influenciam no comportamento da curva e prejudicam a sua interpretação.

Portanto, a resposta correta é C: É uma variável capaz de inferir indiretamente o débito sistólico


Comentário por:


RAFAEL CHÁCAR LIMA

Título de especialista em Cardiologia - SBC

Residência em Cardiologia e Clínica Médica

Residente de Ergometria e Reabilitação Cardíaca - INC

#pulsodeoxigênio #testedeesforçocardiopulmonar

Questões em Cardiologia Cursos LTDA

CNPJ: 35.622.540/0001-91

Todos direitos reservados