• Bruno Ferraz

Displasia arritmogênica do VD


Paciente masculino, 25 anos, é levado à Emergência por familiares em Parada Cardiorrespiratória (PCR) no ritmo de taquicardia ventricular (TV), não foi possível reversão do quadro, evoluindo à óbito aproximadamente 40 minutos após manobras de reanimação cardiopulmonar (RCP). Ao conversar com a mãe, esta informa que o paciente vinha progressivamente mais cansado e insistia em não procurar atendimento médico para investigação da causa. O corpo foi para autópsia na tentativa de descoberta da causa mortis e foi então diagnosticada displasia arritmogênica do ventrículo direito (DAVD). Sobre esta doença pode-se afirmar:

A) É uma cardiomiopatia de degeneração fibrogordurosa do miocárdio com disfunção progressiva

B) Acontece a partir de mutações mitocondriais, sendo assim, transmitidas de mãe para filho.

C) A arritmia cardíaca ocorre por instabilidade elétrica, o que leva à morte súbita.

D) As alternativas A, B e C estão corretas

E) A alternativa A está incorreta

RESPOSTA:

A DAVD é uma doença cardíaca, genética, herdada através de mutações mitocondriais, sendo então, transmitidas pela linhagem materna. O sexo masculino pode estar associado à penetração mais alta da doença.

O diagnóstico preciso acontece por biópsia endomiocárdica e pode ser sugerido por RNM cardíaca assim como ECG com padrão de BRE. Holter pode mostrar TVNS em diversos momentos, Ecocardiograma mostra dilatação das cavidades direitas de forma difusa. É uma importante causa de morte súbita em indivíduos jovens.

Portanto, a resposta correta é o item D:

As alternativas A, B e C estão corretas


Comentário por:


FERNANDA HENRIQUES PINTO

Rotina da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Albert Schweitzer

Plantonista Unidade Cardiointensiva do Hospital Barra D'Or

Pós-Graduação em Cardiologia - IECAC

#displasiaarritmogênicadeVD

0 visualização