• Bruno Ferraz

Técnica correta na aferição da pressão arterial


São etapas corretas na aferição da pressão arterial, EXCETO:

A) No preparo inicial, certificar-se que paciente não está com a bexiga cheia, não fumou há 30 minutos, não praticou atividades físicas há 60 minutos e não ingeriu bebidas alcóolicas, café ou alimentos.

B) Deve-se medir a pressão na posição sentada. Considerar medir a pressão de pé em diabéticos, idosos ou pacientes com suspeita de hipotensão ortostática.

C) A pressão arterial sistólica deve ser determinada pelo método palpatório, através do pulso radial

D) A pressão arterial diastólica é determinada pelo desaparecimento ou abafamento dos sons de Korotkoff

E) Devemos realizar pelo menos 2 medições além de medir em ambos os braços. Considerar o maior valor das medidas e não arrendondar valores.

RESPOSTA:

A técnica de aferição da pressão arterial através do esfigmomanômetro é consagrada e de fácil realização. Pode ser realizado por qualquer profissional de saúde. Deve ser realizada a cada dois anos em pacientes com PA <120x80mmHg e anualmente em pacientes com PA entre 120x80 e 140x90mmHg. Conhecer as etapas e o correto preparo do doente é importante para minimizar erros de aferição.

Antes de iniciar a aferição, alguns cuidados devem ser tomados:

1) Explicar o procedimento ao doente. Deve ser mantido em repouso por 3 a 5 minutos antes da aferição. Pedir para não falar durante a medida.

2) Perguntar se o paciente está com bexiga cheia, se praticou exercícios físicos há 60 minutos, se ingeriu bebidas alcóolicas, café ou alimentos ou se fumou há 30 minutos. Nesses casos, a medida deve ser postergada.

3) Paciente deve estar sentado, relaxado, com pés no chão.

4) Apoiar o braço na altura do coração com a palma para cima. Cuidado com roupas apertadas pois podem garrotear o membro

5) Medir a pressão em pé em doentes diabéticos, idosos ou com suspeita de hipotensão postural

Os passos para a aferição da PA estão descritos a seguir:

1) A circunferência do braço deve ser determinada no ponto médio entre o acrômio e o olécrano

2) Selecionar o manguito adequado para a circunferência determinada

3) O manguito deve ser colocado há 3cm da fossa cubital

4) O meio da parte compressiva do manguito deve ser colocado sobre a artéria braquial

5) A pressão arterial sistólica deve ser estimada pela palpação do pulso radial

6) O diafragma do estetoscópio deve ser colocado sobre a artéria braquial

7) Insuflar 20 a 30mmHg acima do valor estimado pela palpação do pulso radial

8) Desinsuflar lentamente até a ausculta do primeiro som (fase I de Korotkoff). Este primeiro som determina a pressão arterial sistólica

9) A pressão arterial diastólica é determinada pelo desaparecimento dos sons (fase V de Korotkoff) ou seu abafamento (fase IV de Korotkoff)

10) Deve-se auscultar até 20 a 30mmHg abaixo do último som

11) Medir pelo menos 2 vezes assim como medir em ambos braços. Utilizar o maior valor encontrado

12) Informe a medida ao paciente

13) Não arredondar valores

Portanto, o item errado nesta questão é o item C! A pressão arterial sistólica deve ser determinada pelo método palpatório, através do pulso radial


Postado por:


BRUNO FERRAZ DE OLIVEIRA GOMES

Médico rotina do Unidade Cardiointensiva do Hospital Barra D'Or

Ecocardiografista do Hospital Barra D'Or

Diretor Administrativo do Departamento de Doença Coronária da SOCERJ

Intensivista no Hospital Federal Cardoso Fontes

Mestrando em Engenharia Biomédica na COPPE/UFRJ

Título de especialista em cardiologia e terapia intensiva

www.drbrunoferraz.com.br

#medida #pressãoarterial

2,956 visualizações

Questões em Cardiologia Cursos LTDA

CNPJ: 35.622.540/0001-91

Todos direitos reservados